Como amplificar o áudio da Alexa

Com a chegada das assistentes virtuais como a Amazon Alexa e o Google Assistente, ficou muito fácil e agradável ouvir música. Nesse post você vai descobrir como escolher um amplificador e caixas de som para amplificar o áudio da Alexa.

Após conectar a Skill do serviço de streaming no App da Alexa, é só pedir a música!

“Alexa, tocar John Mayer”

“Alexa, tocar Galinha Pintadinha”

“Alexa, tocar AC/DC”

A lista é longa e depende se estou com a minha filha, trabalhando ou descansando.

Apesar da Amazon, Google e Apple aprimorarem a qualidade do áudio das “caixinhas de som”, não dá para comparar com um sistema de áudio com caixas de embutir, que distribuem o som pelo ambiente, com graves, médios e agudos equilibrados.

O primeiro passo são as caixas de embutir

Existem dezenas de marcas e centenas de modelos disponíveis. Para você não errar, siga as orientações abaixo:

Preço muito baixo

Cuidado com caixas de som muito baratas. Não existe milagre! A qualidade de uma caixa está diretamente ligada aos materiais que ela foi construída.

Material de fabricação

Caixas de som emitem as ondas sonoras através da movimentação do cone e vibração do twitter. Para um bom som ambiente, opte por caixas com twitter de seda, cone de polipropileno, conectores banhados e um bom crossover.

Crossover com componentes de alta qualidade

Crossover

Não compre caixas de som que não possuem um crossover. Crossover é um circuito eletrônico que filtra as faixas de frequências para o twitter e woofer, para que eles as reproduzam em função das suas propriedades.

Potência, Sensibilidade e Impedância

No meu curso eu ensino com detalhes sobre todos os termos técnicos para a escolha de uma caixa de som, mas o princípio básico é que a caixa não tem potência, quem tem potência é o amplificador.

No geral, se você vai usar 2 caixas de som em um ambiente, como um quarto ou sala pequena, compre as caixas com impedância de 8 Ohms e ligue-as em paralelo, resultando em uma impedância de 4 Ohms, conforme diagrama abaixo:

A potência informada pelos fabricantes é geralmente a potência de pico, ou seja, a potência máxima suportada pela caixa e não a potência média RMS. Veremos como casar a potência do amplificador com a da caixa mais adiante.

Tamanho

Para as caixas de som, tamanho é documento. Isso se dá pela capacidade de deslocamento de ar que o woofer consegue fazer. Para som ambiente em geral, use caixas de 6”. Caso goste de grave, pode optar por caixas de 8”, mas não são comuns. Outra alternativa é adicionar um subwoofer ao sistema.

Qualidade, acabamento e materiais de primeira

Se possível, ouça antes de comprar

Uma das regras para comprar um sistema de áudio, é ouvir antes de comprar. São tantas variáveis que, somente pelas especificações, não é possível avaliar totalmente.

Duas caixas com as mesmas características podem ser muito diferentes uma da outra. Para facilitar, eu gosto e uso as marcas abaixo.

Marcas high end: KEF, B&W, Q Acoustics, Origin Acoustics

Tem muito mais, mas essas eu uso e assino em baixo.

Marcas nacionais: Absolute, AAT, Loud, JBL

Cada marca possui uma linha de caixas específicas para som ambiente, então fique atento às dicas acima e compre as caixas corretamente. Esse é o primeiro passo para amplificar o áudio da sua Alexa.

Agora você deve escolher um amplificador

Novamente, são muitas opções e modelos.

Classe do amplificador

Amplificadores digitais “Classe D” são populares em dispositivos móveis, custam menos e consomem menos energia. Existem amplificadores “Classe D” de alto desempenho, mas no geral, são de baixa potência e tamanho reduzido.

Já os “Classe AB” são analógicos, consomem mais energia, mas oferecem excelente desempenho. Esses são os amplificadores que equipam os Receivers e diversos outros equipamentos de áudio.

Confira alguns modelos de amplificadores residenciais disponíveis no Brasil:

Classe D

Amplificador AAT BTA-1
AAT BTA-1
Amplificador Frahm RD BT
Frahm RD BT

Classe AB

Amplificador AAT PA 60
AAT PA 60
Amplificador Frahm RD Wall
Frahm RD Wall

Potência

A potência do amplificador dita a regra para as caixas de som. Compare os valores na mesma impedância e potência média RMS.

Por exemplo, o modelo da Frahm de parede (acima) possui potência RMS de 30W por canal em 4 Ohms.

Se usar duas caixas de 8 Ohms associadas em paralelo, a resultante será 4 Ohms e o amplificador irá entregar 30W RMS para cada caixa.

Uma caixa de 80W de pico, deve trabalhar com 40W RMS, o que está ótimo para esse amplificador. Procure casar a potência RMS do amplificador com a da caixa de som, deixando uma ligeira sobra na caixa.

Conexões

Para conectar o áudio da Alexa com o amplificador, você tem 2 opções.

A primeira e mais confiável é usar um cabo P2-RCA e ligar diretamente a saída da Alexa na entrada do amplificador. Essa é a opção ideal se você for usar o recurso de grupos da Alexa, que permite tocar a mesma música em diversos ambientes (uma música em cada dispositivo).

Cabo P2 RCA

A segunda é usar o Bluetooth.

O Bluetooth tem a vantagem de não precisar de cabos e geralmente é usado junto com amplificadores para o forro de gesso, como o modelo da Frahm.

Se for usar o Bluetooth, verifique se a versão no amplificador é a 5.0, mais rápida e confiável.

No geral, evite usar o BT em distâncias superiores a 3 metros (isso varia em função da interferência no local), e fique atento com o recurso de grupos da Alexa, que só funciona por cabo.

Multiroom

E por fim, você pode configurar grupos no Alexa App. Cada dispositivo como o Echo, Echo Dot, Echo Plus ou Echo Show pode tocar uma música diferente, ou a mesma música ao mesmo tempo.

Esse recurso só estava disponível em sistemas sofisticados de Multiroom, mas agora é possível fazê-lo comprando 1 echo dot por ambiente e conectando cada uma em um amplificador de parede com um par de caixas de embutir.

Configuração

Para criar um grupo e usar o recurso de áudio multiroom, siga os passos abaixo:

  • Registre todas os dispositivos Alexa na mesma conta Amazon.
  • Todos os dispositivos Alexa devem estar na mesma rede Wi-Fi, além do seu celular.
  • Atualize os dispositivos Alexa e o App no seu celular para a última versão.
  • No App da Alexa, toque em Dispositivos > Adicionar ( + ) > Combinar Speakers
  • Escolha a opção Música multiambiente.
  • Selecione os dispositivos que deseja agrupar.

Pronto! Agora você pode dizer “Alexa, tocar no grupo [nome do grupo]“.

Sistemas de áudio são complexos e exige experiência para dimensionar corretamente. Além disso, quase sempre é preciso um tratamento acústico, para garantir que os agudos e médios apareçam, sem reverberação ou excesso.

Para fazer o seu projeto de som ambiente, faça uma busca no portal e envie um WhatsApp para o profissional mais próximo.