Como a automação residencial contribui para a segurança da casa? Entenda

Cerca de 32,4% das famílias americanas já utilizam sistemas de automação em suas residências, segundo um estudo da Statista. A perspectiva é de esse percentual crescer para 52,4% até 2024, em função das facilidades que essas tecnologias levam para os moradores e para a segurança da casa.

Aos poucos, os sistemas de automação residencial começam a ser implantados nas casas brasileiras, uma vez que essas pessoas também estão em busca de comodidade e proteção. Contudo, os brasileiros ainda têm muitas dúvidas sobre os benefícios desse tipo de tecnologia para os seus espaços e o funcionamento dos sistemas de automação.

Esse também é o seu caso? A seguir, explicaremos um pouco mais sobre as vantagens de utilizar as soluções digitais para monitorar os ambientes. Continue a leitura e confira!

Como a automação residencial melhora a segurança da casa?

Já faz algum tempo que está difícil de confiar até nos vizinhos para deixar a chave da residência e pedir para dar uma “olhada” enquanto a família está viajando. Então, como saber se está tudo certo dentro de casa, sem ter alguém em quem confiar?

A automação residencial foi criada para proporcionar mais conforto, praticidade e segurança para as famílias. Com esse sistema, você consegue instalar câmeras de segurança e realizar o monitoramento de qualquer lugar com acesso à internet, por exemplo.

Esses sistemas inteligentes também facilitam o controle de acesso das pessoas que chegam até a sua residência. Em vez de optar por uma porta com fechadura a chave, por exemplo, você pode instalar leitores biométricos e conectá-los às câmeras de segurança. Desse modo, fica fácil de conferir quem entrou e saiu de sua casa durante o dia.

Caso ocorra algum acesso indevido, o proprietário recebe um alerta em seu smartphone e pode assistir o que está acontecendo.

Dicas para garantir a segurança da casa

A automação possibilita que você adote algumas práticas no dia a dia para dar mais segurança para a sua família. Veja algumas delas:

  • programe o acendimento das luzes antes mesmo de chegar em casa;
  • solicite o envio de alertas das câmeras de segurança ou dos sensores de movimento caso haja pessoas estranhas na sua residência;
  • utilize câmeras com sensor de presença em diferentes espaços da casa;
  • instale sensores de vazamento de gás ou água, para ser alertado sobre incidentes;
  • abra ou feche as cortinas também nos dias em que não há pessoas em casa, para confundir os meliantes;
  • programe o uso de televisores em diferentes horários nos momentos em que não está em casa, para criar movimentação e barulho no ambiente.

Como funciona a automação residencial?

Muitos sistemas de automação funcionam por meio do controle e do monitoramento pelo smartphone e com uma conexão com a internet. É claro que existem algumas particularidades, dependendo dos acessórios utilizados e do nível de automação escolhido para a residência.

O morador pode optar por diferentes funcionalidades, dependendo das suas necessidades. Entre elas, está o acendimento das luzes da casa pelo celular. Isso pode ser feito dentro da própria residência ou a longas distâncias, como forma de simular que há pessoas no ambiente.

A automação também pode se estender ao uso de aparelhos eletroeletrônicos, como televisores, aparelhos de som e de ar-condicionado. Há, ainda, ferramentas de interfone inteligente para capturar fotos das pessoas que entram na residência ou que apenas param na frente da porta. Dessa maneira, é possível controlar os acessos e identificar os indivíduos em casos de invasão.

A tecnologia ainda pode ser utilizada para abrir e fechar cortinas, acender lareiras e filmar todas as pessoas que entram na residência. Logo, ela é mais uma ferramenta para cuidar da segurança da casa.

De maneira geral, tudo que tem conectividade com a energia pode ser automatizado. O projeto de instalação depende muito mais das necessidades de cada cliente e de sua capacidade de investimento, do que das tecnologias disponíveis para realizar a atividade.

Etapas necessárias para automatizar a residência

Se você está interessado em implementar a automação residencial para garantir a segurança da casa e o conforto da sua família, basta seguir as orientações abaixo:

  • escolha quais funcionalidades pretende automatizar (cortinas, ar-condicionado, câmeras de monitoramento, sensores de água e fumaça, áudio e vídeo);
  • defina quais ambientes terão automação, mas lembre-se de preparar todos os ambientes caso decida fazer no futuro;
  • identifique os principais tipos de sistemas existentes para deixar a sua casa automatizada e inteligente;
  • procure por uma empresa especializada para desenvolver o projeto da sua residência (lembre-se de avaliar as referências);
  • acompanhe o projeto de instalação e certifique-se de que todos os itens estão funcionando adequadamente;
  • exija garantia no projeto de automação residencial.

Se for possível, dê preferência por adquirir todos os equipamentos de automação residencial com a empresa contratada. Assim, você consegue exigir 100% de qualidade no serviço prestado e no funcionamento dos equipamentos, pois ela é responsável pelos itens que entrega.

Qual é a perspectiva do uso de automação residencial no Brasil?

O Brasil ainda tem um potencial de investimento em automação residencial pouco explorado. Segundo os dados da Associação Brasileira de Automação Predial e Residencial (Aureside), apenas 3% das residências tinham instalado sistemas de automação em 2015.

Contudo, o cenário está mudando e muitos edifícios já são lançados no mercado com a proposta de automação residencial. Em São Paulo, por exemplo, muitos prédios já são inteligentes porque o custo dessa tecnologia está diminuindo.

Muitas construtoras estão incluindo sistemas de fechadura eletrônica e controle de iluminação pelo celular nos edifícios. Outras foram além e incluíram sistemas de alerta para avisar sobre defeitos técnicos em elevadores, além da opção de incluir a automação na climatização e no fechamento de janelas.

Enfim, ainda há poucas residências com sistemas de automação, mas a perspectiva é de que esse número aumente a cada dia. Isso porque o projeto traz conforto para os moradores, valorização para os ambientes e ainda garante a segurança da casa.

Se você tem interesse de instalar um projeto como esse em sua residência, use o portal Quero Automação para encontrar o profissional mais próximo. Converse com ele e entenda como a tecnologia pode tornar a sua vida mais confortável, segura e ainda gerar economia.

Gostou das nossas dicas? Aproveite para compartilhar este artigo nas suas redes sociais e auxilie outras pessoas a garantirem a segurança de suas casas!

Precisa de um profissional para o seu projeto?

Acesse o portal e faça a sua busca. Em seguida, envie um WhatsApp para o profissional mais próximo e inicie seu projeto.