Qual a diferença entre um sistema Wi-Fi e Zigbee?

Você quer ter uma casa conectada, mas não sabe por onde começar? Existem diversas opções de sistema de automação para que você tenha uma smart home, como o ZigBee e o Wi-Fi. Porém, eles apresentam algumas diferenças que devem ser observadas na hora de fazer a escolha.

O ZigBee é um protocolo criado basicamente para a comunicação em casas inteligentes. Esse contato é feito sem fio, permite que os próprios equipamentos repassem informações e necessita de um hub.

Já o Wi-Fi é aquele sistema que já usamos para nos conectar na internet. Nesse caso, os próprios objetos se conectam no roteador que já existe na sua casa.

Essas são algumas possibilidades para você começar a criar a sua casa inteligente. Quer saber mais sobre esses sistemas? Continue lendo este texto e fique por dentro de todas as informações!

Quais as são as características do ZigBee e do Wi-Fi?

Como mencionamos no início do texto, ambos funcionam por meio de uma rede sem fio que se conecta aos aparelhos para que eles sejam comandados por meio do sistema de um celular. A seguir, vamos apresentar as características de cada protocolo.

ZigBee

É um tipo de protocolo sem fio que cria uma rede de conexões. Ele trabalha em uma baixa frequência e faz o uso de um hub, que é o centro do sistema e que promove a conexão de vários equipamentos para a transferência de informação por meio dessa rede.

Wi-Fi

Esse tipo de conexão é feito entre os aparelhos e a sua própria rede de internet. Os equipamentos se conectam no modem e utilizam a rede como o canal para fazer esse contato. Eles são controlados por meio de aplicativos nos smartphones.

Quais são os pontos positivos de cada um?

Já percebemos que os dois sistemas de automação funcionam de forma parecida — nesse caso, sem o cabo. Porém, eles oferecem benefícios diferentes e que podem influenciar na hora da escolha.

ZigBee

Esse protocolo funciona em uma baixa frequência. Dessa forma, ele alcança distâncias maiores dentro de casa. Como faz uso do hub, o ZigBee não necessita da rede de internet para enviar as informações.

Quando enviamos uma mensagem para um dispositivo que está um pouco afastado do hub, os outros equipamentos que estão no caminho funcionam como ponto e repassam o comando até chegar no destino. Esse sistema se chama mesh, e ele já existe nos equipamentos desse protocolo.

É possível encontrar mais de 2.500 equipamentos que fazem uso dessa tecnologia. Dentre eles, estão os plugues e os sensores de movimento e de luzes, itens utilizados nas casas inteligentes. Além disso, eles possuem um alcance de 10 a 30 metros e gastam menos energia, pois não estão utilizando a internet.

O ZigBee pode ser utilizado com o controlador Samsung SmartThinghs Hub, que é um multiprotocolo que pode ser conectado também com Wi-Fi, Bluetooth e Z-Wave. Ele também dialoga com os produtos da Samsung e pode ser controlado por meio do comando de voz no celular.

Wi-Fi

Esse talvez seja o sistema mais barato para conseguir implantar na sua casa. Para isso, é preciso apenas de uma rede de internet sem fio e os equipamentos que conseguem se conectar ao Wi-Fi.

É possível utilizar produtos alternativos, que podem ser anexados e contribuir para deixar a sua casa mais automatizada. Dentre eles, podemos encontrar os sensores de movimento e de gás, e os que são utilizados nas portas e janelas, como os da Geonav.

Outro ponto é que esses mecanismos que utilizam as redes Wi-Fi são mais fáceis de conectar na sua casa e não necessitam de uma central para comandá-los, como o hub.

Quais são os pontos negativos?

Depois de ver todas as capacidades desses sistemas, é importante ver os pontos que não são tão vantajosos.

ZigBee

Esse protocolo necessita de um hub para conseguir fazer o controle de todos os equipamentos dentro da casa. Quem opta por fazer o seu uso precisa comprar todos os itens necessários para essa rede, como o hub, o sistema e os dispositivos compatíveis com ele.

Essa escolha pode fazer com que você acabe gastando mais dinheiro na hora de implantar esse sistema. Além disso, ele é indicado para uma distância de 10 a 30 metros, porém, é necessário instalar os equipamentos que repassam a informação ao longo do caminho, para garantir que a mensagem chegue até o destino.

No caso do ZigBee, só é possível transmitir a mensagem nos sensores que estão ligados diretamente na tomada. Os que utilizam bateria entram no modo stand by mais rapidamente e não transmitem a informação nesse estado.

Wi-Fi

Um dos maiores problemas relacionados à rede Wi-Fi é a necessidade da internet para que os equipamentos fiquem conectados — qualquer queda ou sinal fraco pode acabar interrompendo a conexão.

Além disso, como os equipamentos estão conectados, eles acabam consumindo mais energia ou acabando com a bateria mais rapidamente, podendo levar ao aumento da conta de luz.

Ter muitos dispositivos conectados na rede pode comprometer o seu desempenho. Nesse caso, além dos itens para a casa inteligente, ainda temos os celulares, computadores e tablets pessoais, que contribuem para deixar a rede mais carregada.

Como os sinais de Wi-Fi possuem um alcance menor do que o ZigBee, se o equipamento estiver muito longe do modem, o mais provável é que a conexão não funcione muito bem. Nesse caso, é preciso de mais pontos de acesso na casa e um roteador top de linha.

Quando devemos utilizar cada um desses protocolos?

Como podemos percebemos, o ZigBee e o Wi-Fi possuem a mesma finalidade, porém, o seu funcionamento acontece de formas diferentes. Nesse caso, para decidir entre as duas opções, é preciso observar quais são as características mais satisfatórias.

Antes de tomar a sua decisão, considere:

  • quantos dispositivos serão necessários;
  • se a rede Wi-Fi tem ampla capacidade de cobertura;
  • se o espaço de cobertura é muito grande;
  • se você tem condições financeiras para comprar os equipamentos.

Neste texto, apresentamos duas opções de sistemas de automação — o ZigBee e o Wi-Fi — para que você conheça as características de cada uma. O importante é entender as diferenças para comprar os dispositivos mais indicados para as suas necessidades.

Gostou do nosso texto sobre sistemas de automação? Então, compartilhe-o com os seus amigos nas redes sociais!

Precisa de um profissional para o seu projeto?

Acesse o portal e faça a sua busca. Em seguida, envie um WhatsApp para o profissional mais próximo e inicie seu projeto.